Através de pesquisas que faço, sempre vejo um grande número de pessoas que não sabem exatamente o que é uma identidade visual e por isso ela é sempre confundida com logotipo.

O logo é peça número um do conjunto, mas é um dos elementos que fazem parte do conjunto de peças que compõem a identidade visual da empresa.

Antes de revelar os itens que fazem parte desta família, primeiro quero falar com você sobre a importância de desenvolver uma identidade visual profissional.

Ela é a primeira a gerar alguma empatia ou repulsa no seu público quanto a sua empresa e é a primeira também, a fazer contato com ele.

Falei sobre gerar empatia ou repulsa pois sua identidade visual tem esse poder.

Uma imagem amadora, pode tirar toda sua credibilidade e autoridade da sua marca, fazendo com que as pessoas não valorizem seus produtos, serviços e sua empresa como um todo.

Cuidado para não confundir logotipo, identidade visual, marca e branding.

De forma simples:

O logo é a representação gráfica do nome da sua empresa.

A identidade visual é o conjunto de todos os aspectos visuais que acompanham a marca.

a marca agrega a identidade visual, a missão, visão e valores da empresa, como as pessoas que trabalham lá se comportam e tudo mais que deixa a empresa fácil de ser reconhecida

O branding é a personalidade da empresa e é voltado a estratégias e elementos de gestão para o fortalecimento da marca.

Consegue ver como é um conjunto que constrói a obra?

Tudo precisa estar interligado para que o trabalho flua com leveza e esta fluidez transpareça ao público em geral.

Para que essa harmonia ocorra na criação da identidade visual da empresa, o primeiro passo é ela encontrar um profissional capacitado para realizar esta tarefa super importante. A revista PEGN vem lembrar sobre como é crucial para uma empresa, e aqui eles falam sobre 9 passos para criar uma identidade visual e valorizar sua marca.

Paula Toledo Identidade Visual e Marketing Descomplicado

Mas vamos ao que interessa aqui.

Elementos que fazem parte da identidade visual são:

Cores

Elas são responsáveis por despertar sentimentos, desejos e curiosidade da persona quanto a sua marca e sua combinação precisa ser a ideal para seu seguimento.

Fontes

A fonte é a letra que é usada para acompanhar os elementos gráficos da identidade visual. Elas podem ser gratuitas ou compradas, mas precisam combinar com o restante do material.

Formas, ícones e texturas

Por si só, os nomes já descrevem o que se trata. Estes são esses elementos que darão movimento e características exclusivas à sua marca.

Mascote

Sua empresa pode escolher ter um ou não, mas eles geram muita empatia. Tenho certeza de que você lembra do Peru da Sadia.

Logotipo

Este tem mais de uma denominação formal, mas vou usar somente este termo hoje. Ele pode ser composto por texto e símbolo, somente texto ou somente um ícone, mas ele é a representação gráfica do nome da sua empresa.

Após a definição de todos esses elementos será desenvolvido o manual de identidade visual da marca, que, a grosso modo, vai dizer como a identidade visual deve ser usada.

A partir da definição destes itens é que serão criados os itens de comunicação visual: cartão de visitas, pastas, brindes, mídias sociais e o que mais você imaginar.

É preciso que a empresa use de forma adequada todo este material para ter o bom resultado esperado. Ter uma identidade e não usá-la é jogar dinheiro fora com cada cliente que deixa de ganhar.

Ficou com alguma dúvida? Clique aqui e fale diretamente comigo.

Paula Toledo Identidade Visual

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.